Welcome



INICIO
EDITORAS PARCEIRAS
BLOGS PARCEIROS
BOOKLIST
LINK-ME
SELINHOS
CONTATO

29 julho 2013

Resenha #100 - Nada É Para Sempre - Ali Cronin


Título: Nada É Para Sempre
Autor(a): Ali Cronin
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 272

Sinopse:

Cass é a namorada fiel. Ashley não leva nada a sério. Donna é festeira. Ollie é mulherengo. Jack é esportista. Rich talvez seja gay. Mas e Sarah? Os amigos sempre tiram sarro dela por ser certinha demais, mas ela só está esperando pelo cara certo e agora tem certeza de que o encontrou. Será que ele sente a mesma coisa? Ou tudo não passa de uma paixão de verão? Acompanhe o emocionante último ano de escola de quatro garotas e três garotos de dezoito anos. ”

 







Resenha

Nada é para Sempre é o primeiro livro da série que conta a estória de Sarah.
Sarah, Cass, Donna e Ashley são amigas desde que se encontraram no segundo dia de aula.
São garotas engraçadas e divertidas. Ashley e Donna só pensam e curtem muito festas e garotos, Cass é apaixonada e fica toda derretida com o namorado infiel Adam.

Também tem como melhores amigos Ollie (mulherengo), Jack (ama esportes) e Rich (que ninguém sabe se ele gosta de garota ou garoto).
Sarah é uma garota de 17 anos, certinha, ingênua, não bebe, completamente inexperiente e sem nenhuma experiência sexual, já ao contrário de suas amigas que tiram brincadeiras com ela por causa disso.
Tudo está prestes a mudar, quando passa as férias com a família na Espanha, onde conhece Joe. Um cara  mais velho, gato e com sorriso charmoso, que logo se interessa por ela.


“ (...) Não tive noticias dele desde então.
E ele tinha fixado moradia no meu cérebro. Não conseguia parar de pensar nele.
Eu só precisava ser paciente. Ele tinha prometido ligar, então ligaria. Mas a espera estava me matando. ”

Joe é universitário e sempre procura por Sarah quando precisa se divertir, mas quando não lhe importava a dispensava sem arrependimentos. Um mulherengo que não quer nada sério com garota nenhuma. Sendo que ela já está completamente gamada nele.
Pelo menos agora Sarah tinha assunto para conversar com suas amigas, somente o que fazia era pensar em Joe o tempo todo. 
Os dois moravam em cidades diferentes e não se falavam muito ( Joe não retornava suas ligações e nem suas mensagens), e ele só respondia depois de semanas por mensagens de texto.

Viajaram os 7 amigos para Devon, onde se divertiram muito, mas o fim de semana era sempre dedicado a Joe, saindo de sua cidade (Brighton) para ir até ele (Londres).
Um garoto bem escorregadio, sempre desmarcando seus encontros com Sarah e quase nunca estava disponível quando ela pedia.
A “obsessão” por Joe começa a afetar sua amizade, sempre o protegendo quando suas amigas dizem algo que não gosta... pois Sarah está apaixonada e completamente cega.
É aí que começam os problemas.


“ (...) Tinha ignorado meus amigos e perdido quarenta e oito horas vendo programas péssimos na TV, sentindo pena de mim mesma, e Joe – razão de toda essa depressão – tinha me dispensado casualmente depois de quase uma semana de silencio. Era o bastante. ”

A estória é bem divertida, dei muitas risadas com as loucuras de Ashley e Donna, a autora te deixa curioso para descobrir como será a continuação da série. Os próximos personagens são bem interessantes e quero continuar a ler.
Gostei das 3 capas que já foram lançadas, a autora tem um linguajar bem adolescente, falando da sexualidade e da puberdade aflorada.

Para ser bem sincera, a personagem principal é bem chatinha. Fiquei irritada em alguns momentos, mesmo entendendo o que ela estava passando. Acho que não foi uma boa escolha começar logo com Sarah, mas eu gostei e pretendo acompanhar a série inteira.



Conto - Noite das Garotas:

 


Esse é o conto do primeiro livro da série, e cada livro lançado você pode baixar de graça o conto no site da Editora Seguinte.



Capas dos três primeiros livros lançados no Brasil x Capa Americana:



 Série Girl Heart Boy:


 Série:
  • Vol.1: NADA É PARA SEMPRE
  • Vol.2: DIZEM POR AÍ
  • Vol.3: TRÊS É DEMAIS
  • Vol.4: LIÇÕES DE AMOR (Novembro de 2013)
  • Vol.5: A GAROTA CERTA (2014)
  • Vol.6: EU E VOCÊ (2014)

Capas - Nada É Para Sempre: 







28 julho 2013

Caixinha de Correios #23

 

Olá meus amores.
Minha internet está péssima, passei esses dias tentando postar e não consegui.
Hoje que voltou e está muito lenta, me desculpem pela demora das postagens. Mais uma Caixinha de Correios cheia de novidades. 
Vamos conferir?

 
 Três é Demais - Livro 03 - Ali Cronin
Já li o primeiro livro dessa série e eu simplesmente enlouqueci, quando soube que o terceiro tinha sido lançado. Adoro as capas dessa série, são lindas.


 
Sempre Ao Seu Lado - Rachel Gibson
Consegui esse livro de troca com uma amiga, pois adoro essa autora.


 
Simplesmente Irresistível - Chinooks Hockey Team - Livro 01 - Rachel Gibson
Sou apaixonada pelas estórias da Rachel Gibson. Já li muitos livros dela e  quando vi esse a venda, logo tratei de comprar.


 
 Eternamente - Beijada Por Um Anjo vol. 6 - Elizabeth Chandler
Depois de anos, finalmente o desfecho dessa série foi lançado.
 Ainda não comecei a ler, mas estou bem ansiosa.


 
 O Inferno De Gabriel - Gabriel's Inferno - Livro 1 - Sylvain Reynard
 Depois de 2 tentativas da Editora Arqueiro em me enviar esse livro, eu acabei comprando pelo Estante Virtual. Agradeço muito a tentativa.



Bruxos e Bruxas - Witch and Wizard - Livro 01 - James Patterson
Como todos devem saber, eu amo estórias que envolvam bruxaria.
O lançamento desse livro foi tão falado e divulgado, que me deixou curiosa. 
A capa é simplesmente linda.


Todos Juntos:




23 julho 2013

Resenha #99 - No Limite da Atração - Pushing The Limits - Livro 01 - Katie McGarry


Olá meus amores.
Me desculpem a demora para postar, mas fiquei sem net por dois dias. Só voltou agora. #chateada
Bom, vamos conferir?

Título: No Limite da Atração
Autor(a): Katie McGarry
Editora: Verus
Número de Páginas: 364

Sinopse:

“ Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das garotas mais populares da escola, se transformou em uma “esquisita” cheia de cicatrizes nos braços e alvo preferencial de fofocas. Nem a própria Echo consegue se lembrar de toda a verdade sobre aquela noite terrível. Ela só gostaria que as coisas voltassem ao normal.
Quando Noah Hutchins, o cara lindo e solitário de jaqueta de couro, entra na vida de Echo, com sua atitude durona e sua surpreendente capacidade de compreendê-la, o mundo dela se modifica de maneira que ela nunca poderia ter imaginado. Supostamente, eles não têm nada em comum. E, com os segredos que ambos escondem ficar juntos vai se mostrar uma tarefa extremamente complicada.
Ainda assim, é impossível ignorar a atração entre eles. E Echo vai ter de se perguntar até onde é capaz de ir e o que está disposta a arriscar pelo único cara que pode ensiná-la a amar novamente. No limite da atração é um livro sexy e envolvente sobre o amor de duas pessoas que estão perdidas e que juntas tentam desesperadamente se encontrar. ”


Resenha

Depois que terminei o livro, fiquei meio sem reação.
A estória é incrível e faz a gente pensar muito sobre tudo. Os problemas familiares, as amizades, a saudade de um ente querido... tudo isso se junta na vida de Echo Emerson e Noah Hutchins.
É uma estória que gira em torno no casal, intercalando os capítulos entre ambos, envolvendo muita magoa, segredos, traição e parece que tudo se mistura e vira um bolo só... passando por cima dos dois como um rolo compressor.

Echo perdeu seu irmão Aires, passou por um trauma muito forte e doloroso, não tem uma boa convivência com seu pai (Owen) e muito menos com sua madrasta Ashley. Não tem noticias da sua mãe já faz muito tempo. O único desejo da Echo é ser amada e aceita.

Noah é um garoto problemático, que se droga, passando de lares adotivos com muita frequência, não se dando bem na escola e muito menos com os pais adotivos de seus irmãos mais novos. Jacob (7 anos) e Tyler (4 anos) são tudo o que ele tem de mais importante na vida. E não pretende ficar longe de jeito nenhum.

“ A bandana vermelha que ele estava usando segurava o cabelo, que normalmente cobria seus olhos. Eu adorava os olhos dele. Marrom- chocolate, cheios de malícia e com uma faísca pronta para incendiar o mundo. ” - Echo

Echo volta diferente para a escola, depois de passar um tempo no hospital. Sua memória do acontecido é nebulosa e as tentativas de lembrar não foram bem sucedidas.
Tem cicatrizes nos braços e mãos, rebaixando-a de popular para esquisita. Tinha sempre a companhia e a amizade de Lila (sua verdadeira amiga), Natalie e Grace (que só fala com ela quando ninguém está por perto).
Sua vida virou de pernas pro ar, seu pai não a entendia e sua madrasta também não ajudava em nada.
Foi numa dessas sessões com a sua nova assistente social a Sra. Collins que Echo conheceu Noah.
Noah é um mulherengo. Pega as garotas só por uma noite e não se preocupa com nada.
É obrigado a comparecer aos encontros semanais com a mesma assistente social da Echo, os problemas que ambos tinham para enfrentar foi o que os aproximou. Fazendo com que uma amizade meio desengonçada nascesse.

“ Joguei os braços ao redor do calor e da maciez dela, fechando os olhos, para saborear a paz que a presença da Echo me trazia. A vida seria quase agradável se eu pudesse me sentir assim o tempo todo. ” – Noah

Noah tinha Isaiah e Beth como melhores amigos, pois os dois moravam no mesmo lar adotivo. Beth só ficava por lá, pois tinha problemas com a mãe. Gostavam de se divertir juntos, na companhia de um bom baseado.
Sempre muito fechado, não confiava em ninguém, era boca suja quase sempre, mas a convivência com Echo foi mudando seu jeito de ser e de agir.
A Sra. Collins foi uma peça chave na vida dos dois, mas será que a lembrança que deixou as cicatrizes em Echo e a dor aguda no peito de Noah iria sarar? Cicatrizar?

A autora soube abordar muito bem o assunto sobre traumas e deixou algo para se pensar e refletir.
As cenas mais lindas e tocantes são o encontro de Noah com seus irmãos. A relação mesmo depois de tanto tempo separados continuava forte e solida.
Chorei em alguns momentos, porque o sentimento colocado nas palavras dessa estória é forte e toca fundo. Marcante. Mesmo quem não curte romance, precisa ler esse livro!


“ Desde que eu me lembrava, eu tinha vivido para agradar a todo mundo: minha mãe, meu pai, meus professores, meus terapeutas. Eu tinha pavor de sair da linha e perder o respeito deles. E, no caso dos meus pais, o amor deles.
Mas não mais. Eu queria respostas sobre o meu passado e só ia descobri-las se tivesse coragem. ” - Echo

PS: O livro faz parte de uma trilogia, onde cada livro gira em torno de um personagem diferente, podendo ser lidos separadamente. Pois não são continuações.
A sequência correta é:
1. No Limite da Atração - Pushing the Limits
1.5 Crossing the Line (spin-off)
2. Dare You To
3. Crash Into You





Capa americana:






18 julho 2013

Resenha #98 - Entre O Agora e O Nunca - Livro 01 - J.A. Redmerski

 

Olá meus amores.
Esse foi o livro escolhido por vocês, para a próxima resenha. Uma estória romântica, daquelas que te prende do começo ao fim.
Vamos conferir?

Título: Entre O Agora e O Nunca
Autor(a):
J.A. Redmerski
Editora:
Suma das Letras
Número de Páginas:
368

Sinopse:
Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos que desistiu do amor desde que Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano. Sua melhor amiga, Natalie, é a única capaz de animá-la. Mas a relação entre as duas fica abalada quando o namorado de Nat revela à Camryn que está apaixonado por ela. Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino.

Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, Camryn embarca para Idaho. Mas o que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. Andrew se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois. ”


Resenha

“ Dor é dor, gata. Só porque o problema de uma pessoa é menos traumático do que o de outra, não significa que deva doer menos. ”

 O livro é muito bom, do princípio ao fim.
A autora faz com que o leitor saiba antecipadamente, quem está “atuando” na estória. Gostei demais desse arranjo.
Poucas pessoas, nesse planeta têm a coragem suficiente de sair da mesmice, do lugar comum estabilizado pela família e pela sociedade e fazer o que o seu “instinto” pede, ou melhor, exige.
É o que acontece com Cam Bennett (20 anos), depois de muitos contratempos, alguns até dolorosos, outros humilhantes, quando resolve seguir sua vida do jeito que sempre imaginou. Sem amarras e sem fronteira.

Andrew Parrish (22 anos)
, com muitas pendências, umas dolorosas e para acontecer, muito autocontrole e um “leque” de expectativas, ao correr na estrada, numa viagem incomum.
Quem não gostaria de fazer uma viagem assim?
Com boa companhia, com todos os “grilhões” partidos, só estrada e vivendo um dia de cada vez.
Com fundos disponíveis e cartões de créditos como coadjuvante? É nesse contexto que os destinos de Andrew e Cam se cruzam. Ah! É “montado” num Chevette.

" O silêncio entre nós é apenas o de duas mentes pensando no que ele acabou de dizer. Me pergunto se os pensamentos dele são iguais aos meus. Também me pergunto, mais do que quero admitir, por que tantos pensamentos dele já me fazem sentir que estou olhando no espelho quando olho para ele. " – Camryn

No contexto desse livro, há muitos parágrafos dignos de destaque.
Já que a “fatalidade mitológica ” separou o casal supracitado, Andrew e Camryn os une corporalmente, de uma maneira que somente a morte poderá separá-los. Vale a pena ver isso.
Mas quando tudo “parece” está encaixado...

E aqui a ficção imita a vida, ou é o contrario? E demonstrar coragem é essencial.
É um livro romântico, um pouco erótico (detalhista sem ser cansativo), o leitor faz um “tour” pelo país do Tio Sam, juntamente com os personagens Andrew e Camryn.

" O coração sempre vence a razão. O coração, embora seja imprudente, suicida e masoquista de um jeito só seu, sempre ganha a parada. A razão pode ser a melhor opção, mas agora tô cagando para o que a voz da razão tá me dizendo. Agora só quero viver o momento." – Andrew


Capas:




Próximo lançamento:


The Edge of Always está previsto para o dia 05 de Novembro desse ano.
Ansiosa pela continuação.

15 julho 2013

Resenha #97 - Só Tenho Olhos Para Você - Os Sullivans - Livro 04 - Bella Andre



Título: Só Tenho Olhos Para Você vol. 4
Autor(a): Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 256

Sinopse:

Sophie Sullivan, uma bibliotecária de São Francisco, tinha cinco anos de idade quando se apaixonou por Jake McCann. Vinte anos depois, estava convencida de que o bad boy ainda a via como a gêmea Sullivan boazinha. Isso quando ele se dava ao trabalho de olhar para ela. Ao se envolver na magia do primeiro casamento dos Sullivan, Sophie sente que já passou da hora de fazer o que quer que seja preciso para que Jake a veja como a mulher que realmente é.
No entanto, ela terá dificuldade em mostrar a Jake que pode ser uma mulher forte e decidida, capaz de amá-lo para sempre. E não só porque ela é a inacessível irmã de seus melhores amigos, mas porque ele tem medo de tê-la perto demais. Na verdade, ele desconfia que seu segredo mais vergonhoso possa ser desvendado. ”

Resenha

" Preparem-se ela pensou, Sophie Sullivan está prestes a soltar asas. E, se tudo der certo, Jake McCann não faria ideia do que o teria atingido."                                             


Sophie Sullivan desde pequena foi apaixonada por Jake McCann. Ele nunca lhe deu bola e ela parecia não existir aos seus olhos.
Mesmo depois de 20 anos, Sophie não o esqueceu e decidida resolveu fazê-lo reparar nela e conquistá-lo.
Jake McCann é um homem charmoso, simpático, super sexy com seus olhos cor de chocolate.
Ele sabia que não poderia pensar na irmã “boazinha” (todos os irmãos de Sophie a chamavam assim) de seus melhores amigos de forma sexual, pois sabia que teria que lhe dar com a fúria de 6 punhos enormes para protegê-la.

 

“ Sophie era conhecida na família como a pessoa sensata e de fala mansa, aquela que sempre refletia sobre as coisas antes de agir. Nunca fora afeita a surtos violentos... ou a dar espaço às suas vontades mais íntimas. Esse era o território de sua irmã gêmea, e era por isso que o apelido de Lori era Mazinha e o de Sophie, Boazinha.”

 

Seus irmãos não entendiam que Sophie era tão forte e sabe tomar sua decisão sozinha, que não precisa ser protegida como se a qualquer momento fosse “quebrar”.
Jake era o único que enxergava a verdadeira Sophie, à garota forte, decidida, mas por conta de seu segredo não se atrevia a ficar imaginando um final feliz.
O destino pode mudar todas as “regras” e decisões, mas será o suficiente para se entregar aos sentimentos que sentiam um pelo outro?
Jake mesmo com um passado sombrio e sofrido é engraçado e tem algo mais que faz com que o leitor se apaixone por ele.
Já Sophie é uma garota tão especial e que não esconde os seus sentimentos, corre atrás do que deseja e não desiste.
Em minha opinião esse livro foi por agora o melhor da série.

 

" Um sorriso de Sophie, um beijo dela, juntamente com o amor que tinha declarado a ele, significavam milhões de vezes mais do que qualquer outra coisa no mundo. ”



 
Capas Pelo Mundo: